Notícias por categoria:

    As últimas notícias
    Cultura
    Esporte
    Politica
    Mundo
    Clima
    Saúde
    Religião
    Promoções Comerciais
    Moda
    Mídia

Buscas


Você gostou do nosso Site?
Bom
Muito bom
Razoável

Ver Resultados

expoalta_matecol_todolar.jpg
images.jpg
_lay-constril-2010_04.png
Slide4.png
images.jpg
Slide4.png
images.jpg
Slide4.png
 



agromais1.png6098lojasbrasimoveis2.jpg4085logotipo.png

Avião dará a volta na Terra usando apenas painéis solares

postado por Brasil RO @ 7:40pm, Quinta 22 Dezembro 2015.


22/01/2015
Ano passado, a equipe por trás do Solar Impulse 2 revelou o design de um avião que, eles esperavam, seria capaz de dar a volta ao mundo sem precisar reabastecer. Agora, foi revelada a rota que ele fará quando decolar em sua missão – que, se tudo der certo, começa em março.

O tour mundial começará em Abu Dhabi, fará paradas ao longo da Ásia, América do Norte sul da Europa e norte da África. Por que tantas interrupções? Porque embora o avião de ~2,5 toneladas e 72 metros de envergadura de asas não precise parar para reabastecer, a tripulação composta por seres humanos ainda não pode se dar a esse luxo.
AA8tFFi.jpg

Os 17 mil painéis solares do avião recarregam uma bateria de lítio que pesa 940 kg, o que lhe concede uma velocidade de cruzeiro de 141 km/h. Para manter o peso total baixo, a tripulação precisa descer em terra firme a cada poucos dias para pegar suprimentos e largar dejetos. A essa velocidade e com todas as paradas programadas, a equipe espera estar de volta a Abu Dhabi no começo de agosto – uma viagem de aproximadamente cinco meses.

Aliás, imagine como serão esses meses para a tripulação da Solar Impulse 2: eles voarão por dias em uma cabine despressurizada e sem aquecimento. Definitivamente, não vai ser fácil.

Fonte: msn Noticias 

comentários (0)

Central Park: o que fazer no famoso destino de Nova York

postado por Brasil RO @ 1:09pm, Quinta 22 Dezembro 2015.


22/01/2015
BBgv4Lt.jpgEm meio aos famosos arranha-céus de Nova York há um oásis repleto de belezas naturais: o Central Park, em Manhattan. A área verde da cidade norte-americana atrai cerca de 35 milhões de pessoas por ano, se consolidando como uma das atrações mais visitadas do mundo, ao lado da Times Square e da Estação Grand Central, outros ícones nova-iorquinos.

Inaugurado em 1857, o local se tornou o parque mais querido da metrópole, tanto pelos moradores quanto pelos turistas. Com mais de 340 hectares, ele foi projetado por Frederick Law Olmsted e Calvert Vaux com o objetivo de ser um refúgio para desacelerar do ritmo frenético da cidade. Apesar de parecer natural, a maior parte da área foi feita pelo homem.

Além de diversas espécies de plantas, o Central Park está repleto de lagos, esculturas, monumentos e fontes. Alguns marcos fazem homenagens a celebridades mundiais, como John Lennon, Duke Ellington e o compositor Ludwig van Beethoven.

É impossível curtir todas as atrações em apenas um dia. Aliado às áreas verdes estão quadras de tênis, zoológico, um carrossel, teatro de marionetes, restaurantes e até um castelo. Mesmo atraindo muitos visitantes, há ainda cantinhos sossegados para ler um livro, relaxar e fazer passeios por trilhas desertas.

Os arredores do parque são os mais disputados e caros de Nova York. Por lá ficam imóveis luxuosos com preços 'estratosféricos', bares panorâmicos, museus e hotéis com vistas privilegiadas.

Lazer para qualquer época do ano

Durante o verão, o parque se torna o melhor endereço para aproveitar os dias ensolarados da cidade. Além de piqueniques, os turistas podem aproveitar os bares e restaurantes que ficam cheios de vida com mesas do lado de fora. Para quem está em busca de um programa romântico, é possível fazer um passeio de barco ou gôndola pelos lagos ou contratar uma carruagem.

Já no inverno, o local abriga algumas das pistas de patinação mais disputadas da cidade. A Wollman é a mais famosa, mas para quem prefere um lugar mais calmo para praticar o esporte, há ainda a Trump Lasker Rink.

Para fugir um pouco dos gramados que ficam lotados, especialmente no verão, a dica é ir para o North Woods, um bosque de 36 hectares. Com uma vegetação densa, a área foi projetada para abafar ainda mais o barulho dos carros e o cenário dos prédios gigantescos.

Quem gosta de animais pode visitar o Zoológico do Central Park. Ele é bem menor que o zoológico do Bronx, mas mesmo assim é um ótimo passeio para fazer com as crianças. O local é o lar de 150 espécies de todo o mundo, incluindo pinguins, leões marinhos, ursos polares, leopardos, macacos e pandas.

Outro lugar interessante para levar os pequenos é o Centro Rose para a Terra e o Espaço, parte do Museu Americano de História Natural. O planetário é um dos melhores locais da cidade para admirar estrelas e galáxias.

Atrações para quem gosta de história e cultura

Nos meses mais quentes, diversos artistas ficam espalhados pela área tocando seus instrumentos ou encenando alguma peça. Para complementar o passeio cultural, nos arredores do parque ficam alguns do melhores museus da cidade, como o Guggenheim e a Neue Gallerie, no trecho chamado 'Milha dos Museus'.

Para quem gosta de cinema, o Central Park é um prato cheio. O local já serviu de cenário para diversos filmes, como "Bonequinha de Luxo" (1961), "Esqueceram de Mim 2" (1992), "Escrito nas Estrelas" (2001) e "Encantada" (2007). Por conta disso, diversas agências de turismo realizam roteiros cinematográficos para mostrar os locais de gravação aos visitantes.

Ainda é possível fazer uma viagem para o passado visitando o Castelo Belvedere. A fortaleza com estilo vitoriano foi construída juntamente ao parque, em 1865, e está situada no ponto mais alto. Além de ter se tornado um ponto turístico, o castelo é usado como sede do Observatório Meteorológico e o Henry Luce Nature Observatory, voltado para o estudo da fauna e flora do parque.

Fonte: msn Viagem

comentários (0)

Os 10 aeroportos mais assustadores do mundo

postado por Brasil RO @ 5:17pm, Quarta 21 Dezembro 2015.


21/01/2015
AA8qFSa.jpgPara que você dê início às suas tão sonhadas férias, muitas vezes é necessário, fazer uma viagem aérea. Enquanto para alguns essa é uma experiência bastante divertida ou até luxuosa e nada comum (no caso de quem voa com a Singapure Airlines), para outros é motivo de insegurança, calafrios e até mesmo de pânico.

Embora o avião seja o meio de transporte mais seguro que exista, com probabilidade de ocorrência semelhante a ganhar na Mega-Sena, as pessoas costumam engolir seco antes da decolagem ou da aterrissagem da aeronave. Para se ter uma ideia, segundo o departamento de aviação civil, os riscos de acidentes aéreos é de um em três milhões, ou seja, para se atingir esse número seria necessário que a mesma pessoa voasse uma vez por dia durante 8,1 mil anos. Mesmo com esses dados, é normal ter certa ansiedade no momento da decolagem.

Que nem todos os aeroportos do mundo dispõem de área de lazer, eficiência na hora do check-in, limpeza e outros atributos – como acontece nos 10 melhores aeroportos do mundo – nós já sabemos, mas e quando o local possui uma pista de voo um tanto quanto peculiar? Seja por seu tamanho pequeno, por sua localização exótica, por obstáculos naturais em seus terrenos ou até por condições de infraestrutura e manutenção que deixam a desejar – como nos piores aeroportos da América Latina –, essas pistas são o terror para "marinheiros de primeira viagem" e até para alguns mais experimentados.

Fonte: msn viagem 

comentários (0)

 
Visitantes online [ 2 ]